Sexta, 24 de Setembro de 2021 18:56
11 93253-3337
Geral São Paulo

SP conclui entrega de 100 mi de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

Butantan iniciou ainda a reposição de doses para suprir vacinas retidas pela Anvisa

15/09/2021 14h20
Por: Redação Fonte: Secom Estado de São Paulo

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (15) a conclusão de entrega de 54 milhões de doses da vacina do Butantan ao Ministério da Saúde, encerrando, assim, o segundo contrato com o órgão federal – o primeiro contrato de 46 milhões de doses foi encerrado em 12 de maio.

“Hoje entregamos um lote de 5,1 milhões de doses da vacina do Butantan, cumprindo, com isso, 100 milhões de doses desta vacina que está no braço de brasileiros. Quase 40% de todos os brasileiros tomaram a Coronavac, inclusive eu”, disse Doria.

O Instituto Butantan entregou, ainda, outros 1,8 milhão de doses para iniciar, por determinação do Governador, a substituição das 8 milhões de doses retidas temporariamente pela Anvisa e, assim, não interromper o processo de imunização no país.

“Vamos substituir todas as 8 milhões de doses por outras doses de Coronavac produzidas pela fábrica que foi inspecionada pela Anvisa, assim eliminamos o impasse e disponibilizamos a vacina para ser aplicada nos brasileiros”, completou o Governador.

As doses liberadas hoje foram produzidas pelo Butantan com IFA proveniente de fábrica na China, certificada previamente pela Anvisa. A ação foi possível a partir de conversas junto à biofarmacêutica Sinovac para o envio de novas doses da CoronaVac, em substituição aos lotes que estão suspensos.

Um novo lote com 5 milhões de doses prontas chegará em São Paulo na próxima semana, produzido na mesma planta fabril, oferecendo uma solução prática para o impasse de doses ainda retidas pela Anvisa. Enquanto isso, o Instituto Butantan mantém uma força-tarefa em entendimento junto ao órgão federal para a liberação dos lotes interditados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias